Colaboração em revista sobre Pluralismo

Os professores do nosso Grupo de Pesquisa colaboraram para o dossiê “Desafios do Pluralismo Religioso”, organizado no final de 2015 pela prestigiosa Revista Horizonte. A consciência sobre a legitimidade do pluralismo não é muito antiga, tendo emergido mesmo somente no século XX. Apesar de se conviver ao longo da história com outras tradições e formas religiosas diferentes, o “outro” não era acolhido e raramente era respeitado em sua dignidade – inclusive pela evangelização amorosa do cristianismo. E agora, com os conhecimentos históricos e antropológicos que desenvolvemos, pode-se pensar, por princípio filosófico, em pluralismo religioso? Essa “democracia espiritual” tem a ver com o espaço público mais amplo e o movimento dos direitos humanos? E também, neste mundo globalizado, é possível se vislumbrar uma espiritualidade (e teologia) transreligiosa ou, até, pós-religiosa? Os ensaios seguiram por aí…

Cláudio Ribeiro escreveu sobre “Pluralismo religioso, direitos humanos e democracia”, cujo artigo resumiu assim: “Apresenta os resultados de pesquisa realizada em torno de questões que emergem do quadro de pluralismo religioso e se relacionam com a temática da defesa dos direitos humanos e com aspectos em torno dos processos de aprofundamento da democracia. Metodologicamente, foi priorizado em um primeiro momento um balanço de questões que demarcam o caminho para uma teologia ecumênica das religiões, pois elas geram novas perspectivas teológicas para os temas tratados. Em seguida, destacamos (i) aspectos da tendência atual dos processos de privatização das experiências religiosas, com a premissa que tais aspectos não favorecem a relação religião e direitos humanos, e (ii) as relações entre teologia ecumênica e direitos humanos, privilegiando o diálogo com a noção de globalização contra-hegemônica, de Boaventura de Souza Santos Entre os resultados da pesquisa, destacamos bases teóricas que mostram que faz-se necessária para a teologia das religiões uma atenção especial à articulação entre a capacidade de diálogo dos grupos religiosos e os desafios em torno da defesa dos direitos humanos. Também indicamos que uma espiritualidade ecumênica que emerge do pluralismo religioso terá como valor a dimensão de alteridade e isso incidirá nos processos religiosos e sociais, favorecendo perspectivas utópicas, democráticas e doadoras de sentido”.

Baixe o texto completo de Cláudio por aqui.

Roberlei Panasiewicz e Gilbraz Aragão escreveram sobre “Novas fronteiras do pluralismo religioso: apontamentos sobre o pós-religional e o transreligioso”, levantando muitas questões: “Como entender a crescente população, no Brasil e no mundo, que não tem afiliação religiosa: os sem religião? Estaríamos entrando em uma era irreligiosa ou pós-religiosa, na qual restaria das religiões tradicionais, em todas as latitudes, apenas uma espiritualidade introspectiva de meditação silenciosa? Essa modelização da religiosidade não é funcional ao onipresente sistema de dominação capitalista – e ao seu “evangelho” liberal? A educação religiosa, no contexto de complexidade dessa nova “aldeia global”, com seu pluralismo religioso e pós-religioso, poderia ou deveria tratar apenas das dimensões pedagógicas que existem entre e para além de todas as tradições de fé? Estaríamos caminhando para a possibilidade até de uma teologia geral das religiões e uma teologia pós-religiões, que vá além não de uma religião, mas das religiões enquanto tais, e seja centrada na espiritualidade? Ou tal pretensão teológica não passa de uma filosofia (equivocada) da história? Este artigo, explorando teorias pósreligionais e transreligiosas, ensaia as primeiras respostas para essas questões”.

Baixe o texto completo de Roberlei e Gilbraz por aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s